Palavra-Chave

PATROCINADO


Saúde e Bem-Estar

Em hospitais, consultórios ou laboratórios, esses profissionais cuidam da vida humana, em um contexto de envelhecimento da população e de avanços científicos e tecnológicos

BIOMEDICINA

Na interface entre Medicina, Biologia e Farmácia, a Biomedicina tem foco nas doenças humanas, seus fatores ambientais e epidemiológicos, na busca de suas causas, prevenção, diagnóstico e tratamento. “Há, basicamente, dois tipos de matriz curricular para o curso. Em geral, as instituições privadas apresentam currículo mais direcionado a atividades ligadas a laboratórios clínicos e hospitais. Já as instituições públicas tendem a direcionar também para a pesquisa científica, em temas como câncer e desenvolvimento e ação de drogas”, conta Taiza Stumpp, coordenadora do curso de Biomedicina da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). O papel do biomédico ainda inclui a gestão de hospitais, laboratórios e clínicas e a prestação de serviços, como consultoria, acupuntura e estética.

Segundo Taiza, um bom curso deve ter uma base sólida nas ciências básicas da saúde, além de matemática, informática e genética. Com esses conhecimentos, o biomédico pode prestar serviços na área de genômica (sequenciamento, bioinformática). “O crescimento de técnicas atuais e mais precisas para diagnóstico tem elevado a demanda por profissionais que desenvolvem, aprimoram e analisam esses exames.”

OS MELHORES CURSOS
5 Estrelas 4 Estrelas

EDUCAÇÃO FÍSICA

Hoje já se sabe que a prática de exercícios não envolve apenas uma questão estética. Ela também ajuda a prevenir e tratar doenças. É neste cenário que se encontra o profissional de Educação Física. “Ele trabalha com as diversas faixas etárias e em três segmentos: além do treinamento esportivo, cuida da parte de recreação e lazer e do condicionamento físico, atuando com as pessoas que se exercitam visando à saúde e ao bem-estar”, afirma István Dobranszky, coordenador da graduação em Educação Física da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas).

Quem quer dar aula em escolas precisa fazer a licenciatura. Para atuar com treinamentos para diferentes grupos em clubes e academias, por exemplo, o mais indicado é o bacharelado. Seja qual for a opção, o curso não se resume ao treino das modalidades esportivas. “O educador físico precisa ter uma base teórica sólida, pois vai atuar em equipe com outros profissionais, como médicos, fisioterapeutas e nutricionistas”, diz Dobranszky.

O mercado de trabalho está em alta com atividades voltadas a idosos, sejam elas para condicionamento ou reabilitação, e com programas esportivos ao ar livre, como trekking, mountain bike e corrida.

OS MELHORES CURSOS
5 Estrelas 4 Estrelas

ENFERMAGEM

Gostar de cuidar das pessoas é uma característica fundamental para quem escolhe uma graduação em Enfermagem. Além da área hospitalar, o curso possibilita a atuação em diversas outras frentes. Nos últimos anos, surgiram novas oportunidades de trabalho para o enfermeiro em inovação, atenção básica (ações de prevenção de doenças), ensino e pesquisa. “Nas áreas de inovação e tecnologia, as orientações de enfermagem a distância, iniciadas pela telemedicina, já são uma realidade”, explica Andrea Mohallem, coordenadora do curso da Faculdade Israelita de Ciências da Saúde Albert Einstein, em São Paulo (SP).

Para dar conta dos avanços da área, os cursos devem oferecer uma boa base de ciências biológicas e da saúde, ciências humanas e sociais, além de conteúdos específicos de enfermagem. As atividades práticas também precisam ocupar boa parte da grade curricular.

Outro aspecto importante é a preparação do aluno para raciocinar criticamente, com a utilização de métodos ativos de ensino, como a simulação realística, estudo de caso e aprendizagem baseada em equipes (team based learning).

OS MELHORES CURSOS
5 Estrelas 4 Estrelas

FARMÁCIA

Com perspectiva de crescimento, o setor farmacêutico do Brasil já é o sexto maior do mundo, de acordo com a Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma). E o mercado de trabalho acompanha essa evolução. Existe grande demanda pelos formados na área, que tradicionalmente trabalham em laboratórios de análises clínicas, na indústria farmacêutica ou em farmácias, estudando a composição de medicamentos, cosméticos e alimentos industrializados, atuando no controle de qualidade de novos produtos ou desenvolvendo pesquisas científicas.

Além de produzir o remédio, o profissional busca tratamentos mais efetivos e seguros. “O farmacêutico deve identificar problemas na farmacoterapia e propor intervenções para reduzir danos e alcançar o resultado terapêutico esperado”, explica José Angelo Zuanazzi, diretor da Faculdade de Farmácia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Para formar esse profissional, os melhores cursos incentivam a participação do aluno em atividades de pesquisa e a integração com outros cursos da área da saúde, já que no mercado de trabalho é muito comum o farmacêutico atuar em equipes multidisciplinares.

OS MELHORES CURSOS
5 Estrelas 4 Estrelas

FISIOTERAPIA

A profissão de fisioterapeuta ganhou um novo status nos últimos anos. “O fisioterapeuta deixou de exercer terapias exclusivamente voltadas à reabilitação para atuar com o ser humano e todas as suas necessidades”, afirma Sérgio Henrique Borin, coordenador do bacharelado em Fisioterapia da Universidade Metodista de Piracicaba (Unimep). O profissional é visto hoje como um integrante fundamental da área da saúde, atuando da prevenção de doenças e lesões até a pesquisa de novos equipamentos.

Além de terem um papel cada vez mais fundamental na melhora da qualidade de vida das pessoas, os fisioterapeutas ainda passam por um momento de ascensão profissional devido ao aumento na expectativa de vida da população, o que tem levado mais idosos a procurar por tratamentos adequados.

Para formar esse profissional, as escolas dividem a grade curricular em aulas teóricas, com forte base nas ciências biológicas e da saúde, e prática clínica, em que são ensinadas diferentes técnicas de tratamento. O professor Borin ainda destaca que todo curso precisa utilizar a prática baseada em evidências científicas para que não haja empirismo na aplicação das técnicas fisioterapêuticas.

OS MELHORES CURSOS
5 Estrelas 4 Estrelas

FONOAUDIOLOGIA

A Fonoaudiologia costuma ser associada a problemas na fala, porém, a atuação do fonoaudiólogo vai além disso. O curso forma o profissional que de fato trata os distúrbios da comunicação humana relacionados à linguagem, voz e audição, mas ele também trabalha em áreas como a postura vocal para cantores e atores. Tradicionalmente, o fonoaudiólogo atende em hospitais, clínicas, consultórios, casas de saúde, domicílios e escolas.

Fabiana de Oliveira, coordenadora do curso de Fonoaudiologia da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), chama atenção para uma mudança importante nas graduações: “Os profissionais eram formados para atuarem sozinhos em consultórios, mas hoje se desenvolve muito as competências para o trabalho em equipe, com outros profissionais da área da saúde. Além disso, a atuação também foca a prevenção, e não somente o tratamento”.

Na grade curricular, disciplinas específicas, como aquisição da linguagem e som e audição, dividem espaço com conteúdos das áreas de ciências biológicas, sociais e humanas. “As boas graduações também devem contar com campos de prática diversificados”, afirma a coordenadora.

OS MELHORES CURSOS
5 Estrelas 4 Estrelas

MEDICINA

Graduação superconcorrida, a Medicina exerce um fascínio nas pessoas. “Para a maioria dos interessados, é um atrativo atuar profissionalmente com vidas, direta ou indiretamente”, diz Carlos Alberto Malheiros, diretor do curso de Medicina da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. Mas o caminho não é fácil. O curso é denso, longo (seis anos) e em período integral. Os primeiros dois anos concentram disciplinas básicas, como anatomia e fisiologia. Os dois anos seguintes constituem o ciclo pré-clínico e teórico-prático, abrangendo conteúdos mais específicos. Os últimos dois são o internato, cujo foco é a prática em hospitais. Após a graduação, para se especializar é necessário ainda cursar a residência, que leva mais dois anos.

Entre as novidades que impactam os cursos, Malheiros cita as novas tecnologias, como a utilização de ambiente virtual e simulação realística. Segundo ele, também ocorre uma mudança nos campos de prática que, além dos hospitais-escolas, incluem espaços de cuidados como a atenção primária: “Talvez seja esta a transformação mais marcante, a evolução do tratamento extra-hospitalar. Por isso, a medicina da família voltou a ser uma área interessante”.

OS MELHORES CURSOS
5 Estrelas 4 Estrelas

NUTRIÇÃO

O nutricionista não é apenas o profissional que prescreve dietas visando ao emagrecimento. O campo de atuação é extenso e envolve atenção à saúde de forma geral. “A área tem avançado muito e possibilitado ao nutricionista atuar em políticas públicas, pesquisas diversas – como alimentos, neurociência, distúrbios alimentares –, na produção de alimentos, além de setores mais tradicionais, como educação, alimentação coletiva, nutrição em saúde pública e nutrição clínica”, diz Maria Cristina Marcon, coordenadora do bacharelado em Nutrição da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Além disso, a preocupação com a segurança alimentar e a importância do valor nutricional dos alimentos vêm demandando profissionais para atuar na implementação de ações que garantam acesso a uma alimentação mais saudável e sustentável. “Nesse sentido, a discussão envolve o alimento em todas as suas etapas, desde o modelo de produção, distribuição, armazenamento e preparo até o consumo”, explica a professora da UFSC.

Os melhores cursos apostam na realização de muitas atividades práticas. Nessas aulas, o aluno aprende desde técnicas de preparação e conservação dos alimentos até a lidar com o público.

OS MELHORES CURSOS
5 Estrelas 4 Estrelas

ODONTOLOGIA

De acordo com a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), do Ministério da Saúde, mais de 11% dos brasileiros com mais de 18 anos já perderam todos os seus dentes. Diante desse quadro, é fácil constatar a importância do dentista para a população brasileira. Mas, para formar bons profissionais, os cursos devem estar sempre se atualizando. “Novas soluções e tecnologias surgem a cada dia. Entre elas, destacam-se as ferramentas virtuais e a impressão 3D, associadas à modernização contínua dos materiais restauradores, especialmente os cerâmicos, como as porcelanas, e os sistemas de implantes dentários”, afirma Karin Hermana Neppelenbroek, presidente da comissão de graduação da Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo (USP), em Bauru (SP).

Quem quer seguir nessa área precisa se preparar para cinco anos de curso, e a maioria das graduações é em período integral. Os dois primeiros anos são de formação básica na área de saúde. A partir do terceiro ano, iniciam-se as disciplinas mais profissionalizantes, como cirurgia, prótese, dentística e endodontia. As atividades práticas são iniciadas primeiro em simulações com manequins odontológicos e, a partir do quarto ano, começam os atendimentos à comunidade.

OS MELHORES CURSOS
5 Estrelas 4 Estrelas

PSICOLOGIA

A partir de uma abordagem científica, o psicólogo lida com a subjetividade das pessoas – que se manifesta em seus valores, emoções e comportamento – para compreender como elas “funcionam” e ajudá-las a viver melhor. “É uma profissão que exige, além da formação acadêmica, muita reflexão e autoconhecimento, pois é preciso trabalhar as próprias questões pessoais antes de atender outra pessoa”, explica o professor Tiago Alfredo da Silva Ferreira, do Instituto de Psicologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Um dos cursos mais procurados nos vestibulares, a Psicologia apresenta áreas de atuação cada vez mais diversificadas. Além de setores tradicionais, como clínica (atendimento aos pacientes), educação e recursos humanos, há psicólogos trabalhando com marketing, pesquisas, esportes, hospitais e projetos sociais.

Para formar um bom profissional, os cursos trazem conteúdos básicos, como introdução à filosofia e indivíduo e sociedade, e específicos, como psicopatologia e neuropsicologia. Atividades práticas, como avaliação psicológica para identificar necessidades e demandas de intervenção, também fazem parte da formação.

OS MELHORES CURSOS
5 Estrelas 4 Estrelas

PATROCINADO