Vencedores São Paulo

  • 1Samsung
  • 2Sony
  • 3LG

A Copa do Mundo de Futebol alavancou as vendas de TV no ano passado. Levantamento realizado pela Associação Nacional de Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos (Eletros) indica que houve aumento de 5% na fabricação de aparelhos em 2018 na comparação com o ano anterior.

Foram produzidos 12 milhões de unidades em 2018 ante 11,4 milhões em 2017. O ano só não foi mais promissor para o setor porque a greve dos caminhoneiros em maio, dias antes do Mundial, afetou o desempenho da área. Isso não impediu, no entanto, que novas tecnologias chegassem ao mercado. “Foi um ano em que revolucionamos os padrões de TV, inauguramos, por exemplo, a tela que não fica preta e que se mistura com o ambiente”, comenta Guilherme Campos, gerente sênior de Produtos da Área de TV da Samsung Brasil, pentacampeã na categoria Aparelhos de TV e Vídeo da pesquisa Estadão Marcas Mais.

Com a opção, o consumidor fotografa o ambiente, ou o que ele quiser, e a imagem é reproduzida na tela da TV quando ele está desligada.

A fabricante ainda lançou o modelo em que todos os aparelhos (home theater ou o da TV a cabo, por exemplo) são conectados à TV em um único fio, sem a necessidade de vários cabos para instalar todos os equipamentos. “É um novo cenário na organização da casa”, diz o executivo, ao lembrar que o segmento 4K, tela de ultrarresolução, também ganhou destaque no mercado. “Nosso objetivo é facilitar o dia a dia do consumidor. O controle remoto único é outra dessas funcionalidades.”

Neste ano, a sensação no mundo das TVs é o modelo 8K, disponível para aparelhos a partir de 65 polegadas e que garante uma definição de imagem muito melhor. No ano passado, os clientes da marca podiam baixar um aplicativo para assistir aos jogos da Copa do Mundo ao vivo em 4K, garantindo uma nova experiência para o telespectador. Cerca de um milhão de consumidores usaram o aplicativo.

Sem participar da briga por produtos de entrada, a Sony tem investido em tecnologia na categoria premium, conforme explica Walter Sinohara, gerente de Marketing da Divisão de TVs da Sony Brasil, segunda colocada no Marcas Mais. Uma das novidades apresentadas pela fabricante no ano passado foi a tecnologia OLED, que permite que o som saia da própria tela da TV.

“A 4k também está muito forte e para este ano estaremos focados em tecnologia”, comenta o executivo, ao afirmar que a empresa tem cerca de 50% do mercado de 65 polegadas. “Toda a funcionalidade de um smartphone está disponível na TV, tudo via online. É possível conectar outros dispositivos, como lâmpadas, ligar e apagar as luzes, ver câmeras”, afirma.

“O maior diferencial da LG sempre foi e continua sendo oferecer tecnologia e inovação aos seus consumidores. Como a inteligência artificial, que estamos englobando cada vez mais em nossos produtos. Temos a plataforma ThinQ AI totalmente em português e também as inovadoras tecnologias OLED e NanoCell”, diz Bárbara Toscano, head de Marketing da LG do Brasil.

Em 2018, a LG anunciou seu novo lineup de televisores OLED, com três modelos de aparelhos. “Para este ano, a LG está planejando o lançamento de novas tecnologias, como o Deep Learning (Inteligência Artificial para Imagem e Som)”, diz a executiva.

continuar lendo