Foto de Andrea Piacquadio no Pexels

Com o mundo tomando medidas de isolamento social para reduzir a disseminação da pandemia do novo coronavírus, muitos hábitos precisaram mudar. Uma das transformações foi a forma de consumo, que aqueceu o mercado do comércio eletrônico.

De acordo com a análise da ACI Worldwide, o crescimento das transações de varejo on-line foi de 81% em maio, em comparação com o mesmo período do ano passado em todo o mundo.

De olho no novo consumidor, muitas empresas oferecem produtos para fidelizar os clientes, como os clubes de assinatura. Dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABCom) mostram que esse tipo de vendas cresceu 167%, faturando R$ 1 bilhão de 2015 a 2019.

Quem sentiu esse aumento foi a empresa Petlove. Por lá, o clube de assinatura ganhou destaque. A empresa registrou quase o dobro de novos assinantes por mês comparando com o ano anterior. Com o público cada vez mais familiarizado com o serviço, a rede registrou crescimento de cerca de 90% nos últimos meses em comparação com o mesmo período de 2019.

Como funciona?

A Assinatura Petlove é um serviço de compra programada criado para facilitar os pedidos daqueles itens que o pet usa recorrentemente. O cliente seleciona quais produtos deseja receber e com qual frequência.

Focados nos benefícios da assinatura, a empresa acredita que a solução veio para ficar. “Temos um churn (cancelamento do serviço) bem baixo entre assinantes. Ou seja, poucos são os clientes que deixam de ser assinantes após experimentarem o serviço”, explica o head de produtos digitais da Petlove, Virgilio Spena.

Para facilitar o dia a dia

A administradora e consultora de negócios, Solange Almeida, explica que para um clube de assinaturas dar certo é preciso focar na dor do cliente. Ou seja, o produto vendido deve ser necessário e de consumo assíduo. “Se não for assim, não vai adiantar. Sempre digo que o empreendedor precisa estudar o cliente, identificar os hábitos de compra”.

Além do foco no cliente, a especialista alerta para o compromisso com a entrega do produto. “A empresa que oferece o clube de assinaturas não pode falhar. Os itens combinados devem chegar no dia e horário agendados com o comprador. Se faltar produto ou se houver atrasos, o ideal é avisar o contratante. A modalidade do clube de assinaturas tem muito a ver com a fidelidade do cliente. Por isso, é preciso redobrar a atenção e focar no bom atendimento”.

continuar lendo