Vencedores São Paulo

  • 01CVC
  • 02Decolar.com
  • 03Trivago

Nos últimos anos, a crise econômica e a recessão assombraram o turismo, mas parece que 2017 marcou o começo do fim da turbulência. A recuperação no mercado de viagens, guiada principalmente pelo aumento no fluxo de passageiros para novos destinos, fez-se perceber em dados significativos: de acordo com a Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa), o número de embarques cresceu 7,8% em relação a 2016. Além disso, os turistas brasileiros também demonstraram maior poder de compra, deixando US$ 12,4 bilhões no exterior – 31% mais do que o registrado em 2016.

Segundo a Organização Mundial de Turismo (OMT), o fluxo internacional de turistas apresentou em 2017 a maior elevação dos últimos sete anos. Entre outros fatores, a recuperação econômica de alguns países estimula o reaquecimento. No Brasil, os primeiros sinais de melhora do mercado de trabalho e o aumento da renda real do trabalhador, registrados em 2017, possibilitaram que o brasileiro voltasse a sonhar com o turismo. E foi nessa esperança que a CVC – por três vezes consecutivas líder da categoria no levantamento Marcas Mais – apostou suas campanhas.

“Há quatro anos, quando a Copa encareceu as viagens pelo Brasil, nós investimos no mercado internacional; há dois anos, quando o cliente, na crise, começou a procurar viagens mais curtas e com maiores prazos de financiamento, nós estivemos atentos”, diz Marcelo Oste, diretor de marketing da empresa. No último ano, a CVC afirma ter percebido uma melhora no ânimo do consumidor e imprimiu a suas mensagens a evolução do tema férias. O objetivo é passar a ideia de que ao escutar o consumidor a companhia pode oferecer o que ele precisa e deseja. “Temos que transmitir confiança e atender o cliente como ele deseja ser atendido, porque quem procura por uma empresa de viagem está atrás de duas coisas: tranquilidade e personalização.”

Diversificar os produtos tem sido a aposta da Decolar. “Os consumidores usam cada vez mais novas plataformas para organizar as viagens”, diz Alexandre Monteleone, gerente de marketing da empresa. “Se antes o processo passava exclusivamente pelas agências de turismo, hoje os viajantes têm à disposição os dispositivos móveis. É fundamental entender a evolução e diversificar nossos produtos para atender a todas essas necessidades.” No processo, Monteleone destaca a presença nas redes sociais. “Para entender o cliente, é preciso estar próximo dele.”

Na Trivago, ocupante da terceira posição no levantamento, o que garante a relevância da marca é a inovação na pesquisa e na comparação dos hotéis, mantendo o consumidor bem informado. “Nossa plataforma permite que os viajantes tomem decisões personalizando a busca e oferecendo acesso a um grande catálogo de informações e preços”, explica Laura Versiani, da Comunicação Brasil, assessoria responsável pela marca. “Além disso, estamos sempre atentos ao feedback dos nossos usuários, que é essencial para que possamos desenvolver conteúdos e produtos relevantes para eles.”

Presença online e plataformas digitais aproximam marcas e consumidores

continuar lendo