Segundo a IDC Brasil, em 2016, os fabricantes brasileiros de PCs venderam, 4,5 milhões de computadores (desktops e notebooks), o que representou uma redução de 31,7% em relação a 2015. A queda não é exclusividade do mercado brasileiro. Em todo o mundo, as vendas caíram 5,7% no ano passado e a principal razão disso, conforme os especialistas, é o interesse cada vez maior dos consumidores nos smartphones. Tanto é assim que o consumo de notebooks, que representam 60% do setor, também diminuiu 30% em relação a 2015, enquanto os computadores de mesa venderam 36% menos. As marcas mais lembradas sofreram menos e, no ranking desenvolvido pelo Estadão e pela TroianoBranding, os líderes da categoria continuam sendo Apple, Samsung e Dell.

A Apple segue liderando o gosto do consumidor. Em segundo lugar aparece a Samsung, que no mercado brasileiro se destaca com a oferta de notebooks. De acordo com Sandra Chen, diretora da área de notebooks da Samsung do Brasil, isso ocorre porque a empresa vem procurando sempre se aproximar de seus consumidores, desenvolvendo produtos e soluções mais adequados às suas necessidades. “Como parte dessa iniciativa, nós lançamos recentemente o Samsung Odyssey, o primeiro notebook gamer da marca. Na linha Style, estamos lançando o Notebook S51. Hoje, o que trazemos ao mercado é uma composição de excelência, que atende os perfis mais exigentes de uso e consumo”, afirma Sandra.

De outro lado, a empresa também investe constantemente em soluções que melhorem o relacionamento com os consumidores. Além do tradicional serviço de atendimento ao cliente, os usuários de notebooks da marca contam com o suporte exclusivo S-Service, que garante atendimento especializado para quem precisa de suporte técnico para tirar qualquer tipo de dúvida ou solucionar questões técnicas. “Ao comprar um produto nosso, a pessoa leva, além da mais alta tecnologia, a garantia Samsung de qualidade. Todos os equipamentos da marca passam pelos mais rigorosos testes, sendo avaliados em cada detalhe por especialistas”, diz.

A terceira colocada no ranking Marcas Mais é hoje a líder em participação de mercado no Brasil, com 26,3% do setor. A vice-presidente para o consumidor final e pequenas empresas da Dell Brasil, Rosandra Silveira, diz que a empresa vem crescendo de forma consistente. “Somente no segmento de usuários domésticos, a Dell quintuplicou sua participação desde o início de 2013”, comemora. O desempenho se deve, em grande parte, ao relacionamento mantido pela companhia com seus consumidores. Rosandra lembra que o modelo da área de PCs da Dell hoje contempla os mais diversos canais de atendimento, o que inclui meios eletrônicos, contato pessoal no ponto de venda e o suporte em domicílio, no qual a fabricante é pioneira no Brasil.  Recentemente, a companhia lançou um serviço que combina atendimento automatizado e proativo, com apoio 24×7 realizado por técnicos especializados e atendimento em casa. “No mercado de PCs, há uma combinação de atributos que fidelizam os consumidores Dell, dos quais se destacam a qualidade de nossos produtos, inovações em termos de design e funcionalidades e serviços agregados. Tudo isso cria uma experiência única para os usuários”, afirma Rosandra.

Como forma de driblar a queda nas vendas, as empresas têm desenvolvido diversas soluções que melhoram o relacionamento com os consumidores

continuar lendo